xxxx
X

Reduo de perdas com Monitoramento de redes com alta tecnologia no Aeroporto de Viracopos

Viracopos - perda de gua

Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas (SP)

Em média, o Brasil perde 38% da água tratada em suas redes através de vazamentos, valor muito superior quando comparamos a países da América do Norte e da Europa, até mesmo superando alguns países africanos. Esta perda, dentre todos os problemas, também representa enormes prejuízos financeiros. Muitas companhias municipais e estaduais de saneamento no Brasil sofrem com este problema, o que aumenta - e muito - seus custos.

De modo similar, este problema também atinge grandes consumidores, que em geral possuem redes extensas, muitas vezes antigas e até mesmo com incertezas em relação ao seu cadastro. Assim, os custos extras com a conta dágua, decorrentes destas perdas, atingem as finanças destas companhias e puxam seus custos para cima, aumentando também tendem a impactar os preços que estas empresas praticam aos seus clientes. Assim, é importante que grandes consumidores realizem trabalhos para reduzir suas perdas de água.

Pensando em otimizar sua gestão, o Aeroporto de Viracopos investe na mais avançada tecnologia para monitoramento de suas redes internas de distribuição de água, instalando dataloggers LX2 em pontos estratégicos de seu parque e realizando atividades de pesquisas de vazamentos com geofone modelo LMIC, o que tem permitido à equipe identificar com rapidez a existência de vazamentos, localizá-los e consertá-los em pouco tempo.

Contando com suporte especializado para gestão de dados da equipe da LWS, o aeroporto de Viracopos conseguiu, através de um forte trabalho para eliminar vazamentos e monitorar suas redes, reduzir em torno de 40% seus custos com consumo de água. Uma simples consulta ao gráfico de dados de vazão e de pressão em função do tempo mostra a redução significativa da vazão mínima noturna para praticamente "zero", o que compra a eficiência da gestão dos ativos por parte da equipe do Aeroporto de Viracopos. Também se faz uma comparação entre perfis típicos de consumo diário, antes e após a implementação das ações de gestão de perdas: fica evidente a diferença entre a vazão mínima observada em cada data, que antes era de aproximadamente 5 litros por segundo e posterior as ações, tendendo a zero.

Monitoramento Perda de gua

Queda na perda de água devido a vazamentos, devido a ações baseadas nas informações obtidas pelo datalogger LX2.

Perda de gua

(a)

Perda de gua - Viracopos

(b)

Perfis típicos de consumo diário: (a) antes de executar as ações de gestão de perdas; (b) depois de executar as ações.

Trata-se de um caso pioneiro em território nacional, sem dúvidas um ótimo exemplo para qualquer grande consumidor. Em virtude dos resultados obtidos, o aeroporto estuda uma ampliação deste trabalho, de modo dar ainda mais excelência na gestão de seus recursos hídricos e ativos de distribuição de água.

Fale Conosco

Código
Compartilhe nas redes sociais
Fale com a gente!
X
Enviar Mensagem via WhatsApp

Seja bem Vindo(a)!

Digite sua mensagem abaixo para entrar em contato.

xx